Translate

segunda-feira, 23 de julho de 2018

POLICIA PROCURA MARGINAL QUE ESTUPROU A PRÓPRIA MÃE NA PRESENÇA DA IRMÃ DE 11 ANOS EM ÁGUAS BELAS



Ontem (22.07.18), por volta das 09h30, o policiamento de Águas Belas, realizava rondas com abordagens,  quando  foi procurado por uma agricultora de 48 anos, residente no Bairro São Sebastião – Águas Belas, o qual muto abalada, relatou aos policiais que havia sido estuprada pelo filho de 18 anos.
De acordo com a vitima durante a madrugada ela estava em casa dormindo em companhia da filha de 11 anos, quando o acusado ALÍPIO OLIVEIRA DA SILVA, chegou "possivelmente drogado" fazendo barulho acendendo as luzes. A vítima, então pediu pra ele apagar as luzes e fazer silêncio pois estava incomodando. Disse ainda que  chegou a se levantar e apagar, voltando o acusado a acenderas luzes, porém já de posse de uma faca de mesa,  mandou ela ficar quieta e calada se não a mataria. A vítima pediu pra ele se acalmar e entregar a faca, momento esse que o filho a  empurrou, derrubando-a no chão e baixando a bermuda,   ordenando sua genitora tirasse  a roupa, como ela recusou-se e tentou se defender das investidas e ameaças, ele acabou rasgando as suas vestes e consumando o ato de estupro.
Após consumar a conjunção carnal com a própria mãe, esta aproveitou um momento de descuido do acusado e conseguiu fugir de casa levando consigo a filha de 11 anos, que presenciou toda a violência sofrida pela mãe.
A agricultora e filha passaram  o restante da madrugada escondidas em um  matagal.
Diante das declarações os militares realizaram diversas diligências na tentativa de encontrar o Alípio Oliveira, o qual foi visto por populares adentrando no "matagal da Serra" em companhia de um amigo chamado Daniel
A vítima chegou a passar mal vomitando por algumas vezes, sendo assim levada ao hospital local onde ficou sob cuidados médicos por mais de 5 horas, pois estava com os nervos muito abalados e pressão arterial elevada.
Após receber alta médica a agricultora, foi encaminhada a Delegacia de Policia de plantão em Garanhuns,  onde registrou a ocorrência. 
Pede-se a quem souber o paradeiro do acusado que informe a policia através do ramal 190.

Nenhum comentário:

Postar um comentário