Translate

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

SÉTIMO NOME DA CHAMADA LISTA DA MORTE É ASSASSINADO EM CHÃ GRANDE


Na tarde da última quinta feira (22.02.18),  subiu para sete o número de mortos que tiveram os nomes apontados na chamada "LISTA NEGRA DA MORTE", fixada no muro do Cemitério de Chã Grande, Agreste de Pernambuco.
A sétima vítima foi  ISAAC NILO DOS SANTOS,  26 anos, que na referida lista aparece como "IZAQUI DE CHÃ GRANDE" foi assassinado com três tiros de arma de fogo,  no bairro de Camela, Zona Urbana do município.

Testemunhas contaram à polícia que três homens chamaram a vítima para fora de casa e dois homens chegaram ao local já atirando. ISAAC chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiu.Três suspeitos de participarem da ação foram detidos e levados para a delegacia da cidade.

Até o momento, sete pessoas apontadas na relação já foram assassinadas quatro delas entre agosto de 2016 e janeiro de 2017. O caso está sendo investigado pelo delegado Halysson Pontes. Segundo ele, as pessoas relacionadas têm suspeita de envolvimento com roubos, furtos e tráfico de drogas.

No início de fevereiro, o papel foi afixado no muro do cemitério público de Chã Grande, aterrorizando os moradores.
Após a divulgação da lista pelas redes sociais, o terror aumentou. Além dos nomes das vítimas, o autor do texto escreveu ainda a caneta e com erros de português "O CÃO ESTÁ ESPERANDO” e "VAI TUDINHO PRO INFERNO LIGERIM DEMAI (sic)",além do número 666, em alusão ao que seria "NÚMERO DA BESTA"

Mortos - No dia 26 de janeiro de 2017 foi morto RICHARD MARTINS,  26 anos, o Riquinho. Ele foi assassinado perto de casa, na Zona Rural de Chã Grande. WELLINGTON JOSÉ,  27 anos, foi assassinado perto de casa.
JOSÉ AUGUSTO,  36 anos, foi morto com tiro de espingarda na escola onde trabalhava como vigilante.
Em fevereiro de 2017 URRUBSON DE LIMA DOS SANTOS,  24 anos, foi morto da cidade de Amaraji, Zona da Mata Sul de Pernambuco, o mesmo é apontado na lista como Chuchu, ele estava na companhia de outro homem que não figurava na lista, i JOSÉ DO NASCIMENTO,  que também foi assassinado.
Em outubro de 2017 um homem identificado apenas como MACAXEIRA foi morto no bairro Nilton Carneiro, também em chã Grande com sete tiros.

Por: www.diariodepernambuco.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário