Translate

segunda-feira, 1 de maio de 2017

CARUARU – EM OPERAÇÃO CONJUNTA EFETIVO DO 4º BPM, APREENDE ARMA E PRENDE ELEMENTOS QUE ASSASSINARAM O CABO AILTON LIMA





Em Caruaru, na noite de ontem (30.04.17), por volta das 21h00, após coleta de dados feita  pela Equipe do Núcleo de Inteligência,  deu-se inicio  a Operação “Lisgor Shurot”, em referência ao lema do grupamento ROCAM, que significa *Cerrar Fileiras*,  a qual  teve a participação em conjunto da RC 14.530 e da GE Itinerante do 4º BPM, além da Equipe do Núcleo de Inteligência do Agreste (NIAZM-1/4º BPM), a operação que tinha como objetivo de prender os últimos dois acusados do Latrocínio do Policial Militar: Cabo – AILTON LIMA, fato ocorrido na manhã da  última quarta feira dia (26.04), que ainda estavam foragidos. 



De posse das informações, os militares primeiro localizaram o adolescente de 17 anos, o qual confirmou perante o policiamento, assim como também na Delegacia de Polícia, a sua participação no  Latrocínio, tendo inclusive relatado a participação do indivíduo conhecido por ROMÁRIO, que ainda estava foragido.
O infrator foi conduzido à Delegacia de Polícia, pelo efetivo da GE Itinerante, enquanto a equipe do Núcleo de Inteligência,  juntamente com a ROCAM, continuaram as diligências. Os policiais dirigiram-se até a casa de uma cunhada do indivíduo ROMÁRIO, na Rua Gonzagão, Bairro Vila Andorinha, em Caruaru, onde foi localizaram e apreenderam a arma de fogo utilizada para a prática do LATROCÍNIO 01 Espingarda Calibre .20, com 01 Munição Pinada, a qual estava enterrada no quintal da casa.
Em seguida, os policias conseguiram localizar e prender o acusado ROMÁRIO EVANGELISTA RODRIGUES DA SILVA, 22 anos, foragido do sistema prisional.
Todos os envolvidos, juntamente com a arma apreendida foram conduzidos para a Delegacia de Plantão, onde foram tomadas as providências cabíveis.


Um comentário:

  1. Parabéns para equipes bom seria que esses vermes estive se mortos bandidos que já estiveram presos e não aprenderam nada psicopatas não tens nada a única coisa que respeitam e uma bala na cabeça

    ResponderExcluir