Translate

quinta-feira, 27 de abril de 2017

SINDICATO DOS RADIALISTAS DE PERNAMBUCO CONVOCA CATEGORIA PARA GREVE GERAL



SINDICATO convoca a categoria para Greve Geral dia 28 de abril

Para lutar contra as reformas da Previdência e Trabalhista, o Sindicato dos Radialistas de Pernambuco convoca todos os trabalhadores para a Greve Geral, em 28 de abril.

A Diretoria do Sindicato apóia e conclama a adesão dos trabalhadores em rádio e televisão ao Ato Público, “O Brasil vai parar no dia 28 de abril”,   contra as reformas da Previdência e Trabalhista encaminhadas pelo governo “Michel Fora Temer”. O Presidente do sindicato, Inaldo Salustiano, destaca a importância da presença da categoria e de todos os trabalhadores neste movimento.  Destacando que a classe trabalhadora não pode aceitar calada e deve se posicionar firmemente contra as políticas que retiram direitos trabalhistas e sindicais, além de restringir as ações da Justiça do Trabalho. “O objetivo é enviar ao governo um contundente aviso de que a sociedade e a classe trabalhadora não aceitarão as propostas da reforma previdenciária, trabalhista e o projeto de terceirização”, destaca Inaldo.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Radialistas, Inaldo Salustiano, é preciso muita luta e determinação para barrar as maldades propostas pelo governo Temer. “Os trabalhadores devem se unir e protestar em defesa de seus direitos. Se forem aprovadas, as medidas trarão grandes retrocessos para a classe trabalhadora brasileira”, afirma.

Entenda o que pode piorar com as reformas do Governo Temer:

Reforma Trabalhista
O Projeto de Lei 6787/16 foi piorado pela Comissão Especial da Reforma Trabalhista na Câmara dos Deputados. O projeto altera itens como a realização das homologações realizadas pelos sindicatos e pelo Ministério do Trabalho como: Hora de almoço, banco de horas, flexibiliza de todas as formas as jornadas de trabalho, descaracteriza os trabalhadores de nível superior, dentre outros ataques.

Lei da terceirização
Sancionada as pressas pelo presidente Michel Temer, no dia 31 de março, após a Câmara Federal aprovar no dia 22 de março. O projeto de lei não prevê garantias trabalhistas aos terceirizados. Segundo o projeto, as empresas podem terceirizar todas as atividades.

Reforma da Previdência
O projeto de Emenda a Constituição (PEC) 287 mexe com direitos adquiridos e está para ser votado na Comissão Especial na Câmara dos Deputados. O Projeto impõe a idade mínima de 65 anos para a aposentadoria, iguala o tempo de contribuição entre homens e mulheres, altera as formas de contribuição de trabalhadores rurais, altera os benefícios para viúvas e deficientes físicos. Para o trabalhador receber aposentadoria integral deve-se contribuir durante 49 anos.

Precisa de mais pra fazer Greve Geral dia 28?
PARTICIPE JUNTO AO SEU SINDICATO. GREVE GERAL JÁ!


Nenhum comentário:

Postar um comentário