Translate

sexta-feira, 17 de março de 2017

EQUIPE DA DELEGACIA DE POLICIA DE BREJÃO, LOCALIZOU E PRENDEU ELEMENTO FORAGIDO DA JUSTIÇA HÁ 23 ANOS, ACUSADO DE VÁRIOS CRIMES




Ontem (16.03.17), sob a coordenação da Delegada Drª Maria  das Graças Canuto, a equipe da DP de Brejão,  deslocou-se até Bom Conselho, onde localizou a residência e deu cumprimento ao Mandado de Prisão expedido pela justiça em desfavor de JOSÉ VANDERLEI DA SILVA, 49 anos.
O acusado juntamente com o irmão JOÃO MARCOS DOS SANTOS, (que já é falecido),  há 23 anos atrás foram condenados  a 18 anos de reclusão, pena a ser cumprida inicialmente em regime fechado.
No início dos anos 90 e a dupla aterrorizava Saloá e cidades circunvizinhas, sempre armados, revólver, pistola e outras, usando máscaras, adentravam as residências trancafiando suas vítimas em um dos cômodos da casa. Faziam então verdadeira pilhagem. Por vezes eram violentos com agressões físicas. Dinheiro, objetos pessoais, e tudo mais que pudessem levar, era a rotina criminosa da dupla. “Eles chegaram disparando suas armas para o alto. Vi um com uma espingarda 12 e o outro armado de revólver. Fui logo ameaçado de morte e em seguida levei um soco no olho. Amedrontados, minha mulher e meus filhos choravam. De minha casa levaram minha arma, relógio de pulso, dinheiro e roupas. Ainda comeram. Foram embora, mas antes praticaram vandalismo quebrando parte das minhas coisas.” Foi o que disse uma das vítimas da dupla dos irmãos criminosos. Várias outras famílias da região passaram pela mesma agonia “da visita” dos irmãos Vanderlei e João Marcos. Havia um terceiro em certas ocasiões.
José Vanderlei da Silva foi preso na cidade de Bom Conselho.
Porém ao se tornar um foragido da justiça o mesmo viveu por um bom tempo na cidade de Terezinha.
Detalhe: tudo caminhava para que José Vanderlei da Silva passasse impune pela vida, apesar de os seus crimes que foram muitos: 157 em especial, já que a pena a que foi condenado estava próxima de prescrever.
No entanto, no inicio do mês de março deste ano, a Delegacia de Policia de  Terezinha recebeu um ofício da 62ª DP, cidade de Craíbas/AL, “Peças de Informação” acerca de José Vanderlei da Silva.
O caso é simplesmente estarrecedor, haja vista que na cidade alagoana pesa sobre o acusado, a suposta prática dos crimes de Estupro de vulnerável, violência doméstica, porte ilegal de arma de fogo, ameaça, dentre outros, de forma continuada, praticados por ele.
Em declarações prestadas ao delegado da cidade alagoana, onde hoje reside a ex-companheira do acusado,  a filha do acusado a menor Z.B.S., de 12 anos,  relatou que José  Vanderlei, cometeu abusos sexuais com ela e com a irmã de apenas 02 anos.
Segundo a menina, tudo se passou no final  do ano passado e inicio deste ano, ocasião em que ele viajou à cidade alagoana e as pegou a pretexto de passar com elas o ano novo.
Sua ex-companheira e mãe das crianças ficara na cidade de Craíbas se convalescendo. Todo esse caso escandaloso vai ser amiúde investigado pela delegada Maria das Graças, titular da 135ª Delegacia de Polícia, e que responde pela 155ª Delegacia da cidade de Terezinha, ou pela Delegacia de Bom Conselho, residência do monstro.
Depois de submetido ao exame de lesão corporal, foi encaminhado à Penitenciária de Barreto Campelo no Recife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário