Translate

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

PROBLEMAS DE ORDEM ADMINISTRATIVA DEIXADOS PELA GESTÃO ANTERIOR DIFICULTAM O TRABALHO DO ATUAL PREFEITO DE ANGELIM


O prefeito de Angelim, Douglas Duarte, desde que iniciou a sua gestão no dia 1º de janeiro deste ano, tem enfrentado alguns problemas de ordem administrativa, classificados como: problemas como herança da administração passada.
Antes de assumir o cargo, já no trabalho de transição, o atual gestor já se mostrava preocupado com as condições em que iria receber o município, a expectativa da equipe da nova gestão era como encontraria a prefeitura, especialmente no que diz respeito às contas e aos bens públicos, após mais de 16 anos de administração da família do gestor passado.




No entanto a expectativa de que o município seria entregue em condições precárias se confirmou. 
A frota de veículos foi uma das mais afetadas pelo descaso da gestão anterior.  Falta de peças, bancos rasgados, motor batido, pára-brisas e retrovisor quebrados são problemas enfrentados. Carteiras escolares caindo aos pedaços.

Salas deterioradas, computadores com todos os registros dos sistemas de informática deletados, a central telefônica totalmente avariada com fiação cortada e os ramais sem funcionamento, dificultando o inicio dos trabalhos e prejudicando fortemente o atendimento a população. 
Todavia por precaução e medida de segurança em preservar o patrimônio público encontrado nos trabalhos de levantamento da equipe de transição do prefeito Douglas, tudo foi catalogado e fotografado.
De acordo com o prefeito, DOUGLAS DUARTE, muitos objetos,  móveis  e utensílios que constavam na relação entregue pela antiga administração, não estão nas dependências da sede da prefeitura, indicando que foram subtraídos.  
Ainda segundo o novo gestor, após concluir o inventário completo de todo o conteúdo encontrado no prédio do executivo municipal, e comparado com o que foi encontrado no período da transição, será tomada as devidas providências para responsabilizar os culpados pelo sucateamento dos bens públicos.

Ministério Público

“Caso seja necessário, vamos sim abrir processo para que seja investigada a responsabilidade pelas irregularidades que estamos encontrando e para que os responsáveis arquem com os prejuízos, uma vez que são bens comprados com o dinheiro público e a população angelinense merece saber o que aconteceu com eles”, ressaltou o prefeito.
 Ao observar a situação, como os prédios e os bens da prefeitura foram encontrados, o prefeito eleito, convidou alguns populares para visitar a sede do executivo municipal e conhecer o estado em que a mesma foi entregue.
O prefeito, secretários e demais membros da equipe, encontraram uma situação de total descaso na sede da prefeitura. Em tempo algum Angelim merecia isso.

Segundo um dos populares que viu todo o descaso, na sua ingenuidade chegou a dizer: " É como se tudo pertencesse a eles e fosse comprado com o dinheiro deles". Retrucou.

Por: http://senhorcariri.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário